Club de
Foz do Iguaçu
Grande Lago

Ryla 2020

Ryla 2020   Data 06/06/2020 - 16:00 as 18:00    Palestras 1) Autoconhecimento - Mayckon Grassi (Psicólogo)  2) Autodesenvolvimento - Teófilo Laborne (Atleta profissional)  3) Autoliderança - Simone Zolet    Curriculos Myckon Grassi: Professor  no colégio Bertoni Medianeira de habilidade sócio emocional, graduando de psicologia do 7 período, voluntário na ONG sos vida a 10 anos, atualmente é coordenador do grupo de apoio sobrevivências, grupo destinado para apoio emocional para quem tem questões relacionadas ao suicídio.     Teófilo Laborne: Campeão pan-americano 1991, finalista olímpico 1992, campeão e duas vezes recordista mundial 1993, superintendente de esportes de competição do Estado de Mimas Gerais 2004 a 2008 e Gerente de Natação do Minas Tênis Clube de 2009 até hoje.     Simone Zolet: apaixonada pelo potencial positivo dos indivíduos, pesquisadora independente, escritora, empreendedora evolutiva, voluntária co-fundadora da Ong Liderare. Experiencia de mais de duas décadas em desenvolvimento de lideranças.     Inscrições: - Exclusivas para alunos de escolas publicas de 14 a 18 anos (até 3 participantes) - Sem custo - Link: https://forms.gle/oS7SaPvRdSzpyMba8     Observação: Durante o evento serão sorteados 2 tablets e 1 notebook! (valido para inscritos e presentes)Dúvidas com a companheira Marinez Rubert (45) 99976-7737

Postado em 30 de Maio de 2020

Campanha: sua meta nosso sucesso.

No último dia 15 maio, mais de 250 clubes brasileiros finalizaram a inserção de metas 2020-21 no Rotary Club Central e foram reconhecidos com um certificado emitido pelo RI Brazil Office. Como deve saber, as metas são o planejamento do sucesso do clube! Por isso, incentivamos que discutam quais ações e conquistas planejam para o novo ano rotário que se inicia em 1 de julho e Insira as metas 2020-21 o quanto antes. As metas para o ano entrante foram simplificadas e centralizadas no Rotary Club Central. É fácil e rápido! Materiais de referência: Guia de Planejamento Estratégico e o Rotary Club Central. Bom trabalho!

Postado em 22 de Maio de 2020

Como apoiar os estudantes do Intercâmbio de Jovens durante a pandemia de covid-19

Pelos funcionários do departamento de Intercâmbio de Jovens e de Proteção a Jovens do Rotary International Enquanto o mundo enfrenta desafios extraordinários em meio à pandemia do coronavírus, os participantes do Intercâmbio de Jovens do Rotary também estão enfrentando desafios inusitados. O Rotary International está trabalhando com líderes de clubes e distritos para assegurar que a saúde e a segurança dos estudantes continuem sendo a maior prioridade, quer eles permaneçam no país anfitrião ou retornem para casa. Prezar pela segurança dos estudantes inclui oferecer apoio emocional àqueles que estão passando por uma experiência bem diferente do que esperavam. Para ajudar as pessoas envolvidas no programa, pedimos para dois líderes do Intercâmbio de Jovens compartilhar as melhores maneiras de apoiar os intercambistas durante esses tempos inusitados. Tom Overbaugh, ex-governador do Distrito 7170, conta que, ao optar por mandar os estudantes de volta para casa antecipadamente, o distrito chegou à conclusão de que também precisava oferecer apoio emocional, pois alguns jovens estavam com medo da viagem ou da quarentena. Ele compartilhou os conselhos que recebeu da dirigente de Intercâmbio de Jovens do seu distrito, Michele Hughes: Siga os conselhos do governo local e autoridades da saúde. Muitos alunos que voltarem para casa terão que ficar de quarentena (possivelmente isolados até de suas famílias) por um período de 14 dias. Este pode ser o maior desafio, já que, depois de um longo período de separação, os familiares querem ficar fisicamente próximos uns dos outros, e não socialmente distantes. No entanto, é importante reconhecer o potencial de exposição ao vírus, e seguir os conselhos do governo local e especialistas em saúde. Rematricule o estudante em sua escola local. Os pais dos intercambistas que voltarem para casa antecipadamente devem entrar em contato com seu distrito escolar para perguntar sobre a possibilidade de matriculá-los em cursos semestrais. A participação nas aulas dá aos jovens algo importante em que se concentrar, em vez de se preocupar com o retorno antecipado do intercâmbio. Fale com o estudante sobre sua experiência de intercâmbio. Depois que voltarem para casa, os intercambistas devem participar de uma sessão em grupo organizada pela Comissão Distrital de Intercâmbio de Jovens. Além de dar aos jovens a oportunidade de ouvir e compartilhar experiências e apoiar uns aos outros, a reunião fornece à comissão informações valiosas sobre como eles se sentem. Determine o tipo de apoio que os estudantes precisam. Nem todos os estudantes precisam do mesmo tipo de apoio emocional. Alguns se sentem mais à vontade falando com conselheiros escolares, enquanto que outros gostam de responder perguntas sobre sua experiência no intercâmbio. Pat Carson, coordenadora de estudantes outbound do Distrito 5080, compartilhou os seguintes conselhos: Preze pela saúde mental – A Comissão de Intercâmbio de Jovens do nosso distrito tem um conselheiro de saúde mental que contata cada estudante que volta para casa mais cedo para oferecer apoio. Esta assistência é muito importante, especialmente durante a atual crise de covid-19. Contate os estudantes após o intercâmbio – Contatamos todos os estudantes que retornaram para casa antecipadamente por meio de videoconferência para que possam compartilhar o que estão vivenciando e apoiar uns aos outros. Adapte-se à nova situação – É importante oferecer apoio às famílias anfitriãs e estudantes que ainda estão sendo hospedados em nosso distrito. Como os intercambistas não podem mais participar de reuniões presenciais, nós usamos as videoconferências para nos comunicarmos com eles. Embora este não seja o intercâmbio para o qual eles se inscreveram, após falar com as famílias e considerar todas as informações fornecidas pelo governo e autoridades da saúde, os pais de alguns dos nossos estudantes inbound decidiram deixar seus filhos continuar o intercâmbio e permanecer onde estão. Apoie as famílias anfitriãs – Diante da atual situação, é mais importante do que nunca apoiar as famílias anfitriãs. Como exemplo, eu estou hospedando um estudante que se mudou para nossa casa uma semana antes do distanciamento social ser colocado em prática. Como no momento não há atividades escolares ou sociais, estamos encontrando novas maneiras de nos manter engajados, seja praticando o idioma ou falando com amigos e familiares on-line. Muitas outras famílias anfitriãs podem estar vivenciando circunstâncias similares, portanto, não deixe de contatá-las regularmente.

Postado em 19 de Maio de 2020

Rotary: brasileiros se destacam no combate à Covid-19

Os membros do Rotary no Brasil vêm se destacando nas ações de combate à pandemia de coronavírus. Dos mais de 150 projetos aprovados para utilização do Fundo para Assistência em Casos de Desastres pela Fundação Rotária no mundo, o Brasil é o terceiro país com maior número de projetos aprovados até o momento, atrás apenas da Índia e dos Estados Unidos. Até o dia 20 de abril, o Brasil teve 20 projetos aprovados para utilização do fundo de desastres para a compra de equipamentos de combate à Covid-19, além de suprimentos para pessoas carentes. Com a falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais de saúde nos hospitais, os projetos dos Rotary clubs se concentram na compra de materiais como luvas e máscaras cirúrgicas, face Shields (protetores faciais de plástico), materiais de higiene e outros itens necessários aos cuidados de médicos, enfermeiros e pacientes. Como destaca Mário César de Camargo, diretor do Rotary International, a pandemia mostrou a rápida capacidade de reação dos membros da organização no Brasil. “Quando surgiu a oportunidade, eles imediatamente se engajaram e, como a outorga do subsídio é na base do primeiro que chega é o primeiro que é servido, eles se colocaram bem na lista, e tiveram 20 dos 159 projetos que foram aprovados no mundo”, aponta.  Hipólito Ferreira, curador da Fundação Rotária, explica como a entidade modificou seus critérios e procedimentos para que os membros do Rotary de todo o mundo pudessem desenvolver e implementar projetos de combate à pandemia. “Quando se falava em assistência a desastres, se falava em tsunami, em excesso de chuvas, em coisas que fossem realmente destruidoras a partir do meio ambiente. E agora, a grande flexibilização foi determinar que a doença pode ser considerada também um desastre”, explica. Para possibilitar a implementação dos projetos, alguns processos foram modificados dentro da Fundação Rotária, como a dispensa da necessidade de fundos vindos de um parceiro internacional, e a possibilidade da utilização do Fundo Distrital de Utilização Controlada (FDUC) também para os projetos voltados à Covid-19. “O fundo de auxílio a desastres tem um procedimento que é praticamente aprovação default (padrão). A pessoa pediu dinheiro, ela recebe. A Fundação Rotária confia que o distrito* vá fazer uma aplicação devida desse dinheiro”, diz Mário César. “A Fundação Rotária, ao flexibilizar as regras, tornou tudo muito fácil”, avalia Hipólito. Até o momento, a Fundação Rotária já disponibilizou US$ 4 milhões para a realização de projetos de combate ao coronavírus no mundo, utilizando o Fundo para Assistência em Casos de Desastres. Cada projeto pode receber até US$25 mil para sua implementação. Com a alta cotação do dólar no Brasil, os projetos aqui realizados têm recebido uma média de R$ 127.500 cada. No total, os projetos realizados aqui com a utilização deste fundo já receberam cerca de US$ 500 mil ou R$ 2,55 milhões. Além dos projetos que utilizam o fundo de desastres, alguns distritos* também estão desenvolvendo projetos com a utilização de subsídios globais (que apoiam atividades internacionais maiores), também para a compra de EPIs, envolvendo valores de US$ 30 mil a US$ 52 mil cada. No total, a Fundação Rotária já disponibilizou mais de US$ 7,20 milhões para utilização em projetos de subsídios globais no mundo. Entre os projetos realizados no país, Mário César destaca o do distrito* 4420, que inclui a compra de oxímetros para hospitais do estado de São Paulo. O aparelho mede o nível de oxigenação na corrente sanguínea do paciente, alertando os médicos quando esse nível está abaixo do ideal. Hipólito aponta outra iniciativa de impacto, como a do distrito* 4760, que possibilita a compra de equipamentos de segurança para 26 hospitais em 22 cidades do estado de Minas Gerais, além da utilização da verba de sua conferência distrital em um projeto de subsídio global também para o combate ao coronavírus. Vale lembrar que, além das iniciativas realizadas com os fundos da Fundação Rotária, centenas de Rotary clubs de todo o Brasil têm se mobilizado diariamente com suas próprias verbas para a confecção e distribuição de equipamentos de proteção individual, cestas básicas e kits de higiene em um esforço conjunto para combater a propagação da doença do país. *Para quem não conhece a estrutura do Rotary International, regionalmente, os Rotary clubs são agrupados em distritos. Fonte: Blog Vozes do Rotary (leia a publicação original em https://rotaryblogpt.wordpress.com/2020/05/04/rotary-brasileiros-se-destacam-no-combate-a-covid-19/#more-2151)

Postado em 13 de Maio de 2020

EMPRESAS CIDADÃS DO DISTRITO 4640

Hoje vamos agradecer a empresa cidadã "MM2 Comércio de Equipamentos Industriais Ltda" do Distrito 4640 através do Rotary Club Marechal Cândido Rondon-Beira Lago. Sua parceria com a ABTRF - Associação Brasileira da The Rotary Foundation transforma a vida de milhares de pessoas através das obras sociais do Rotary. Entre no site www.abtrf.org.br/programas/programa-empresa-cidada e saiba como sua empresa também pode ser tornar uma EMPRESA CIDADÃ

Postado em 08 de Maio de 2020

EMPRESAS CIDADÃS DO DISTRITO 4640

Hoje vamos agradecer a empresa cidadã "Tryideas Informática Ltda" do Distrito 4640 através do Rotary Club Marechal Cândido Rondon-Beira Lago. Sua parceria com a ABTRF - Associação Brasileira da The Rotary Foundation transforma a vida de milhares de pessoas através das obras sociais do Rotary. Entre no site www.abtrf.org.br/programas/programa-empresa-cidada e saiba como sua empresa também pode se tornar uma EMPRESA CIDADÃ.

Postado em 07 de Maio de 2020

EMPRESAS CIDADÃS DO DISTRITO 4640

Hoje vamos agradecer a empresa cidadã "BasCel Soluçoes Ltda" do Distrito 4640 através do Rotary Club Francisco Beltrão-Alvorada. Sua parceria com a ABTRF - Associação Brasileira da The Rotary Foundation transforma a vida de milhares de pessoas através das obras sociais do Rotary. Entre no site www.abtrf.org.br/programas/programa-empresa-cidada e saiba como sua empresa também pode ser tornar uma EMPRESA CIDADÃ.

Postado em 06 de Maio de 2020

Ver todos

01/Junho - Dia da Imprensa

01/Junho - Dia da Imprensa O Dia da Imprensa é comemorado no dia 1º de junho.  A imprensa é fundamental na sociedade industrial e da informação. Por isso, preservar a liberdade de expressão e de imprensa é um dever de todas as democracias.   Quando mencionamos "imprensa" estamos incluindo os jornais e revistas, rádio e televisão. Este meios devem pautar seu trabalho pela ética e pela isenção sem favorecer nenhum lado numa reportagem.    Origem do Dia da Imprensa: No Brasil, o Dia da Imprensa se comemorava, até 1999, no dia 10 de setembro, por ser a data da primeira circulação do jornal Gazeta do Rio de Janeiro, em 1808, periódico da Corte.    Em 1999, a comemoração do Dia da Imprensa mudou de data e passou a ser celebrado no dia 1º de junho porque foi a data em que começou a circular o jornal Correio Braziliense, fundado por Hipólito José da Costa.    Este periódico iniciou suas publicações em 1808, mas era um jornal clandestino e começou a circular cerca de três meses antes.   Assim, em 1999 foi oficialmente reconhecido esse fato, e a Lei Ln.º 9.831, de 13 de setembro de 1999 definiu a mudança do Dia da Imprensa para 1º de junho.    Quarto Poder: O poder de influência da imprensa é tão grande que muitos lhe chamam de "Quarto Poder" em alusão aos três poderes políticos: Judiciário, Legislativo e Executivo.   Por isso, nas ditaduras, a primeira medida que o governo toma é controlar a imprensa através da censura ou do fechamento dos meios de comunicação.    Por outra parte, nas democracias, vive-se muitas vezes a auto-censura, e as vezes um jornal não publica determinada matéria porque pode prejudicar um grupo econômico ou político que pode se voltar contra o periódico.    Frases sobre o Dia da Imprensa:  A forma mais fácil de dominar uma nação é a desinformação, ou informação manipulada, por isso quanto mais controle o governo tiver sobre a mídia, mais fácil atingir seus objetivos.  Não se pode falar em "liberdade de expressão" de uma imprensa que divulga apenas fatos transitado e julgado, isso não é imprensa, é mural de informações.    Eficiência do poder público, transparência e liberdade de imprensa - especialmente de imprensa - são remédios para a construção de sociedades prósperas e de elevados padrões éticos.   

Em 01/06/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

Semana Mundial do Meio Ambiente

Semana Mundial do Meio Ambiente.  A Semana Nacional do  Meio  Ambiente começa em  1 de junho e vai até 5 de junho, quando se celebra o Dia Mundial  do Meio Ambiente.  Esta semana de conscientização foi criada, no Brasil, pelo Decreto nº 86.028, de 27 de maio de 1981, a Semana do Meio Ambiente.   

Em 01/06/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

Junho - Mês da Imagem Pública

Junho: Mês de Imagem Pública   -  Difícil de criar, fácil de destruir. A imagem é algo que nos custa muito para construir, mas que pode ser destruída da noite para o dia. Alguém disse que “uma imagem é tão fraca como a brisa e tão forte como o desejo de um homem”.   Uma imagem se constrói por meio de muito trabalho, inovação criativa, honestidade, qualidade, pontualidade, entre outras coisas. Precisamos cuidar de nossas atitudes, palavras e ações, pois elas cuidarão da imagem de nossa empresa ou de nossa organização.     É importante que nossos atos, palavras e atitudes venham sempre endossar, validar, enfatizar ou autenticar a imagem da nossa organização. Devemos ficar atentos aos comentários sobre nossa organização, pois contem dicas extremamente importantes para o crescimento e, consequentemente, uma excelente imagem.  Posição do Rotary:  O Rotary se esforça para estar, permanentemente, alinhado entre os prestadores de serviços à coletividade que mais se destacam por sua imagem positiva e tem conseguido manter esta posição desde sua criação, em Chicago, no ano de 1905.  Planejando o ponderável e administrando o imponderável com o máximo de previsão e o mínimo de improvisação.   Nesta linha de prudência e equilíbrio que temos atuado nos diversos nichos do conhecimento e da comunicação, com destaque para a Brasil Rotário. Com tiragem mensal de 59 mil exemplares, distribuídos prioritariamente aos rotarianos, e um índice de leitura que pode atingir 300 mil pessoas, circulando entre companheiros, autoridades e formadores de opinião.   A força da imagem:  Preliminarmente, faz-se necessário aclarar o que seja imagem. “Conceito ou conjunto de opiniões subjetivas de um indivíduo, do público ou de um grupo social, a respeito de uma organização, de uma marca, de uma instituição”.   A imagem é a representação mental, consciente ou não, formada a partir de vivências, lembranças e percepções passadas e passíveis de serem modificadas por novas experiências.   As imagens afetam atitudes e opiniões de um indivíduo, ou grupo de indivíduos, mas podem, também, ser influenciadas e modificadas por atitudes e opiniões”.   A forma como uma organização se situa na percepção pública é resultado de fatores ponderáveis e imponderáveis, que podem comprometer o seu desempenho (imagem negativa) ou auxiliar no esforço para atingir os objetivos programados (imagem positiva).   Qualquer organização tem sua imagem pública, seja boa ou ruim.   A imagem de uma empresa, de um órgão governamental ou de uma instituição, a exemplo do Rotary, junto à opinião pública, influirá sobre a compreensão e a receptividade da população para com suas atividades e programas.    Por isso é importante que estejamos atentos às oportunidades de divulgar as iniciativas de nossa instituição, cujos objetivos caminham, invariavelmente, em sintonia com as aspirações da sociedade.    A inovação no Distrito 4680:  Pela primeira vez no Rio Grande do Sul e em nosso distrito, foi realizada uma Parceria de Visibilidade entre empresas que apoiam a causa rotária, unindo a Campanha Internacional de Erradicação da Poliomielite e o governador distrital.   Com o apoio incondicional dos patrocinadores, este grande projeto tornou-se realidade.    A iniciativa Carro do Governador, como é conhecida entre os rotarianos, já percorreu o distrito 4680 do centro do estado à capital e também ao extremo sul, mais de uma vez.  Participou dos dois desfiles de rua durante a 27ª Oktoberfest, ficando em evidência para o público de 50 mil pessoas que prestigiou o evento e um número incontável de espectadores que acompanharam a festa pela televisão.   Também participou do desfile de rua, no centro e nos bairros, na cidade de Piratini, quando da realização da 23ª Festa do Sorvete.    Acreditamos que estamos fazendo a diferença. Por onde passamos podemos observar e expor o que o Rotary faz e qual a sua maior meta no mundo.   * O autor é Valdir Bruxel, governador 2011-12 do distrito 4680.

Em 01/06/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

BRINQUEDOTECA

Brinquedoteca   “... A prática sexual, cada vez mais propagada e difundida, pode se apresentar em formas distorcidas de relacionamentos, com a busca desenfreada de novas situações e modalidades, não importando se isso significa ir além do respeito ao outro. Em todos os tempos, o domínio do mais forte sob o mais fraco foi exercido sob as diversas formas de poder, nas diferentes esferas da sociedade, desde as políticas e estatais, às sociais e familiares. A essa relação de poder, de busca dos excessos, do diferente e até mesmo do anormal, soma-se a pouca importância dada às crianças e aos adolescentes e às conseqüências dos maus-tratos dos adultos sobre eles...” Trecho retirado do artigo: Visão atual do abuso sexual na infância e adolescência Current view of sexual abuse in childhood and adolescence Luci Pfeiffer1, Edila Pizzato Salvagni2    Tendo isso em mente o Rotary Club de Marmeleiro, em parceria com a Policia Civil e a comunidade uniram-se para instalar um cantinho para as crianças. O Projeto inclui uma sala reservada para a criança brincar, desenhar, em geral divertir-se(brinquedoteca, biblioteca de brinquedos), enquanto na sala ao lado está ocorrendo um bate-papo com os pais ou responsáveis sobre o referido assunto. Abuso NÃO É brincadeira! Disque 100!!

Em 30/05/2020 por Rotary Club de Marmeleiro

Ryla 2020

Ryla 2020   Data 06/06/2020 - 16:00 as 18:00    Palestras 1) Autoconhecimento - Mayckon Grassi (Psicólogo)  2) Autodesenvolvimento - Teófilo Laborne (Atleta profissional)  3) Autoliderança - Simone Zolet    Curriculos Myckon Grassi: Professor  no colégio Bertoni Medianeira de habilidade sócio emocional, graduando de psicologia do 7 período, voluntário na ONG sos vida a 10 anos, atualmente é coordenador do grupo de apoio sobrevivências, grupo destinado para apoio emocional para quem tem questões relacionadas ao suicídio.     Teófilo Laborne: Campeão pan-americano 1991, finalista olímpico 1992, campeão e duas vezes recordista mundial 1993, superintendente de esportes de competição do Estado de Mimas Gerais 2004 a 2008 e Gerente de Natação do Minas Tênis Clube de 2009 até hoje.     Simone Zolet: apaixonada pelo potencial positivo dos indivíduos, pesquisadora independente, escritora, empreendedora evolutiva, voluntária co-fundadora da Ong Liderare. Experiencia de mais de duas décadas em desenvolvimento de lideranças.     Inscrições: - Exclusivas para alunos de escolas publicas de 14 a 18 anos (até 3 participantes) - Sem custo - Link: https://forms.gle/oS7SaPvRdSzpyMba8     Observação: Durante o evento serão sorteados 2 tablets e 1 notebook! (valido para inscritos e presentes)Dúvidas com a companheira Marinez Rubert (45) 99976-7737

Em 30/05/2020

Reuniões Terças-Feiras | 19:30
CASA DA AMIZADE - AV. BRASIL,1956 Cep: 85851-000